terça-feira, 3 de abril de 2012

Givaldo continua na disputa com total apoio de ex-comissão provisória do PSB Garanhuns

Com total apoio e incentivo de todos que formavam a comissão provisória do PSB Garanhuns até o último 31 de dezembro, desde então a comissão não foi refeita nesta cidade do agreste meridional, o empresário e ex-vereador Givaldo Calado de Freitas reafirma que  continua com a sua pré-candidatura. 

Dizendo não acreditar que o presidente nacional do seu partido e também governador do estado de Pernambuco, Eduardo Campos, vá aceitar algum tipo de imposição de nomes, tem a certeza que o candidato do partido a prefeito da "Suíça Pernambucana" será escolhido em congresso no mês de junho.

Segue nota do socialista:

Aos homens e mulheres de Garanhuns

No dia 25 de abril de 1959 foi instalado em Garanhuns o Seminário para o Desenvolvimento do Nordeste, promovido pela Confederação Nacional da Indústria. Na abertura, Juscelino Kubitschek declarou que em nossa cidade estava sendo inaugurada a epopéia da recuperação do Nordeste. A epopéia ainda está em curso, mas aquele momento chamou a atenção de todo o Brasil para Garanhuns como um importante município, transformado em capital do País pela presença do Presidente da República. No ano seguinte, em 1960, Garanhuns foi novamente foco das atenções quando aqui o então governador Cid Sampaio se instalou para hastear a bandeira da luta contra o subdesenvolvimento. 

Estes são apenas dois capítulos dos 133 anos de história de Garanhuns como cidade. São momentos históricos que explicam em parte a posição de destaque que sempre ocupamos entre as principais cidades no Interior de Pernambuco. 

Nós queremos assinalar que a história do nosso município não tem dono, senão o seu povo diligente, trabalhador, consciente de que há muito ainda por construir. Que foi capaz de enaltecer momentos como os referidos, com a mesma firmeza e maturidade com que superou os episódios tristes de nossa história, marcados por atos de violência.

Não temos a pretensão de falar por todo o povo de Garanhuns neste novo capítulo da história que estamos vivendo nos dias correntes, mas queremos firmar nossa posição, por dever de cidadania, por obrigação de consciência, afirmando que Garanhuns se destaca pelos muitos valores construídos pelo seu povo. E um deles, talvez o mais precioso, é a independência. A capacidade de decidir sobre seu destino e de reconhecer os que trabalham para melhorar a qualidade de vida de toda a população - uma tarefa que não pode ser atribuída a uma, ou umas poucas pessoas, nem a um ou alguns períodos, mas que percorre toda a nossa trajetória como um povo autônomo, por toda a história da República.

E é em nome dessa independência e da consciência de cidadania que queremos expressar o nosso reconhecimento ao trabalho que vem sendo desenvolvido pelo governador Eduardo Campos em nosso município. Trabalho que Garanhuns, com sua grandeza, reconheceu nas urnas nas últimas eleições.   Entretanto, esse reconhecimento não pode ser confundido com submissão. Assim, com firmeza queremos dizer Sim à ação do governador e Não a essa suposta candidatura do prefeito estranho à nossa história e ao dia a dia do nosso povo. Candidatura que nada ter a ver com a nossa gente. Candidatura que não conta com nenhuma inserção, seja de ordem familiar, politica, social, sequer afetiva.

Por isso que em nome dos homens e mulheres de Garanhuns, e diante da insistência obsessiva dessa candidatura, que reiteramos nossa condição de pré-candidato a prefeito de nossa cidade pelo PSB, renovando as nossas esperanças no sentido de que a democracia, no seu devido momento, haverá de falar mais alto, e nós veremos o nosso nome consagrado como candidato com o apoio e o entusiasmo do nosso governador Eduardo Campos. 

Temos uma certeza que carregamos conosco: o PSB é um partido de tradição democrática, e não haverá de macular essa sua condição nesse momento tão importante para nossa cidade. 

Calorosamente, 

Givaldo Calado de Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário