(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

sexta-feira, 30 de março de 2012

Deputado Júlio Cavalcanti quer incluir o Parque Nacional do Catimbau no Circuito da Copa em 2014


Durante visita, na manhã desta quarta-feira(28), da Comissão de Esportes e Lazer da Assembléia Legislativa ao secretário estadual de Turismo, Alberto Feitosa, para tratar de questões referentes a Copa do Mundo de 2014, o deputado estadual Júlio Cavalcanti (PTB), vice-presidente da Comissão, buscou apoio do governo do Estado para promover melhorias no segundo maior parque arqueológico do Brasil, o  Parque Nacional do Catimbau, que está localizado no Sertão do Estado.

Com uma rica fauna e flora, paredões de arenito e  formações rochosas esculpidas pela ação erosiva do vento, o Parque Nacional do Catimbau guarda um valioso tesouro: os inúmeros sítios arqueológicos, onde podem ser encontradas as pinturas e gravuras rupestres, principalmente, nos abrigos rochosos das serras.

“Apesar dessa vasta riqueza histórica, cultural e natural, o Parque Nacional do Catimbau enfrenta problemas relacionados à desapropriação da área e a gestão do local. Até o momento não foi elaborado o plano de manejo do Parque, bem como, não foi implantado o seu conselho gestor”, destacou o deputado,  afirmando que essas restrições têm impedido que o Parque do Catimbau seja um pólo de ecoturismo no Estado.

Em um pronunciamento na Assembléia, após a visita, Júlio Cavalcanti destacou que o Parque Nacional do Catimbau pode e deve ser um grande atrativo ecoturístico para os milhares de turistas que virão em 2014 para o nosso Estado. “Faz parte de nossa luta a preservação do parque e a sua revitalização. Por isso, não medimos esforços nessa articulação junto ao governo do Estado e também, em âmbito federal, junto ao senador Armando Monteiro.

Sobre o Parque – O Parque Nacional do Catimbau foi criado por decreto federal em 13 de dezembro de 2002. Com uma área de aproximadamente 62.000 mil hectares, o Parque está situado nos municípios de Buíque, Ibimirim e Tupanatinga.

O objetivo básico da criação do Parque do Catimbau foi a preservação de ecossistemas naturais, o que hoje possibilita a realização de pesquisas científicas, o desenvolvimento de atividades de educação ambiental e o turismo ecológico. No Catimbau são conhecidas mais de 150 espécies de aves.

Na visita ao secretário estadual de Turismo, Alberto Feitosa estiveram presentes, além do deputado Júlio Cavalcanti(PTB), os deputados Vinicius Labanca(PSB), Claudiano Filho(PSDB) e Leonardo Dias(PSB).

Nenhum comentário:

Postar um comentário