(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

terça-feira, 20 de março de 2012

Depois de forte reação do Ministério Público, Antônio João Dourado divulga nota de esclarecimento

Antônio João Dourado
Depois de aproximadamente quinze dias do início da divulgação das gravações no youtube e publicadas inicialmente pelo Blog de Roberto Almeida, em que o prefeito de Lajedo e agora ex-presidente da AMUPE, Antônio João Dourado, fala do plano do governador Eduardo Campos para fazê-lo candidato único a prefeito em Garanhuns, fala mal de correligionários do PSB, agora também de promotores e do Ministério Público, com forte reação contrária da Associação do Ministério Público de Pernambuco – AMPPE. Antônio João divulga nota à imprensa com seus esclarecimentos. 

Veja abaixo a integra da nota de Antônio João Dourado:

Esclarecimento

Nas últimas duas semanas, indivíduos inescrupulosos têm se valido de gravações ilegais, manipuladas e deturpadas, para promover intrigas e me indispor com pessoas e instituições. Os responsáveis por este ato   utilizaram-se de frases pronunciadas por mim em conversas informais e, recorrendo a artifícios de edição, conseguiram deturpar o seu sentido para dar a entender que faço afirmações de todo contrárias ao que acredito e aos valores que pautam minha vida pública há mais de trinta anos.

A campanha de descrédito de que tenho sido vitima vem sendo feita em blogs e outros veículos de comunicação, da capital e do interior, com foco especial no agreste meridional, causando grande desconforto a mim e às pessoas atingidas.

A manobra ilegal, supostamente promovida por adversários políticos, chega ao desproposito de tentar fazer crer que tenha tido, em algum momento de minha vida, a intenção de agredir o Ministério Público de um modo geral e aos Promotores de Justiça em particular.

Diante de tais fatos, a atitude que me cabe – neste momento - é um pedido formal de desculpas a todos que se sentiram atingidos, principalmente aos integrantes do Ministério Público e, em especial, aos Promotores de Justiça.

Reitero que este fato não pode servir para deteriorar uma relação sempre marcada pela consideração e respeito mútuo.

Lajedo, 19 de março de 2012

Antônio João Dourado

3 comentários:

  1. ACHEI ENTEREÇAMTE O POSICIONAMENTO SOBRE O MEU PREFEITO, SEI QUE ELE NÃO PRESTA, MAIS VCS AI EM GARANHUNS, ESQUECEM DO QUE VCS TEM, VCS ESQUECEM DO QUE É NEOPOTIMSO? Nas minhas pesquisas, descobri no SITE do Ministério Publico de Pernambuco, no endereço: http://www.mp.pe.gov.br/index.pl/20062612_home, em um dos parágrafos é relatado que o Secretário de um orgão publico não pode privilegiar cargo comissionado a nenhuma pessoa com grau de parentesco, conforme onde encontrei nas minhas pesquisas, (8.Parentes de um secretário podem ocupar cargos comissionados em outra secretaria?).
    Não, porque o impedimento é para todo o Poder Executivo e não apenas no âmbito de cada Secretaria.
    ENTÃO VAMOS CUIDAR DE NOSSA CASA PRIMEIRO PARA DEPOIS FALAR DAS DOS OUTROS, POR QUE O DIRETOR DE FISCALIZAÇÃO DE OBRAS É FILHO DO PROCURADOR DA PREFEITURA DE GARANHUNS, E NINGUEM FALA NADA E NEM DENUCIA, E VCS QUE SÃO DAI DE GARANHUNS SABEM DISSO.
    CONCORDO EM DENUNCIAR MAIS TÁ NA CARA QUEM FOI OS ADVERSÁRIOS DE GARANHUNS QUE FIZERAM ESSA GRAVAÇÃO, ATÉ AI TUDO BEM FAZ PARTE DA POLITICA, DEPOIS ESTÃO TODOS NO MESMO BARCO.

    ResponderExcluir
  2. Querido anônimo, antes de mais nada, a sociedade de Garanhuns está sim preocupada e atenta ao que o atual prefeito de Lajedo, o então Antônio João Dourado, anda dizendo e fazendo no que se diz respeito à sua candidatura. Claro, estamos certos de que o nosso atual prefeito (Luiz Carlos) não é um bom governante da cidade, porém é sabido que em breve ele deixará seu cargo. Estamos no preocupando com o tipo de pessoa que estão querendo inserir em nosso corpo político, afinal, Garanhuns precisa e deve crescer, se desenvolver, coisas que esse suposto candidato medíocre e trapaceiro, apoiado pelo Governador do Estado, não trará à Garanhuns. Ahhh, antes de falar mal da sociedade garanhuense, que tal estudar um pouquinho mais? Sua ortografia é assustadora!

    ResponderExcluir
  3. Nós só nos desculpamos por aquilo que fazemos.Portanto Sr. Antônio João, seu pedido denota culpa, medo e arrependimento.
    Ademais, vale ressaltar que não há ilegalidade alguma na gravação de conversas entre interlocutores.Quem gravou estava na roda de conversa e não gravou como interceptador.
    Coloque a rabichola entre as pernocas e parta com mais de mil de lajedo abaixo!!

    Otávio
    Garanhuns-PE

    ResponderExcluir