(87) 9.8141.4000

(87) 9.8141.4000

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Caruaru vai ganhar Centro de Formação Profissional

Josias Albuquerque, José Queiroz e João Lyra Neto

Governador em exercício, João Lyra Neto participou, na tarde desta terça-feira (27), da assinatura de Ordem de Serviço para construção do Centro de Formação Profissional (CFP) e do Centro de Convenções do Sesc em Caruaru. Os dois prédios devem ser entregues em outubro de 2013 e vão custar R$ 14,6 milhões.

Quando estiver em pleno funcionamento, o CFP vai oferecer 19 mil vagas por ano para cursos de Idiomas, Computação, Enfermagem, Moda, Beleza, Gestão e Hospitalidade. Para isso, o espaço terá biblioteca, três laboratórios de informática, um de línguas estrangeiras, um de enfermagem e outro de moda. A estrutura conta ainda com cozinha para aulas, lanchonete, salão de beleza também como sala de aula, e mais 11 salas.

“Caruaru é hoje a cidade que mais cresce no interior e os investimentos em educação, para qualificar a mão de obra local, são fundamentais para que o desenvolvimento econômico da cidade acompanhe o do estado” disse João Lyra. “Vai servir não só a Caruaru, mas a todo o Agreste e a Pernambuco”, completou.

Já o Centro de Convenções terá um auditório com 706 lugares, salão de eventos, e salas de trabalho que podem ser transformadas em salão, por terem divisões móveis. As duas unidades somam quase 7,5 mil m2, e serão construídas na av. Adjar da Silva Casé, em Indianápolis.

A solenidade foi realizada no auditório do SESC, no bairro de Petrópolis e contou com a presença do prefeito José Queiroz, do vice, Jorge Gomes, do presidente da Fecomércio, Josias Albuquerque, e da secretária estadual da Criança e Juventude, Raquel Queiroz.

domingo, 25 de dezembro de 2011

Aécio quer parceria com PSB em 2014

Eduardo Campos, José Serra e Aécio Neves

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) assumiu nesta sexta-feira, 23, a possibilidade de seu partido tentar uma aproximação com o PSB para a corrida pela Presidência da República em 2014. Cotado como um dos principais nomes do tucanato para disputar a sucessão presidencial, o senador lembrou que os socialistas atualmente integram a base do governo, mas ressaltou que "em 2013 ou em 2014 as coisas podem estar diferentes".

O PSB tem ganhado espaço no cenário nacional e conseguiu eleger seis governadores no ano passado, sendo quatro deles no Nordeste, região em que o PSDB tem dificuldade de penetração e que deu expressiva votação para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e para a atual presidente Dilma Rousseff. E o presidente nacional socialista, o governador Eduardo Campos (PSB-PE), também é tido como um nome que pode ter peso decisivo na balança da sucessão presidencial.

Aécio ressaltou que é preciso "respeitar a posição" do PSB, atual aliado do Palácio do Planalto, mas lembrou que o PSDB já tem proximidade com os socialistas em várias cidades, como em Belo Horizonte, onde os tucanos vão reeditar a coligação que deu a vitória ao prefeito Marcio Lacerda (PSB) em 2008, na época com o apoio do hoje ministro Fernando Pimentel (PT). 

"Vamos definir cinco ou seis grandes bandeiras que vão emoldurar as nossas candidaturas, inclusive nas eleições municipais. O PSDB tem que ir definindo, clareando essas suas ideias e, em 2013, vamos ver aqueles que queiram se unir em torno desse projeto. E o PSB tem conosco relações importantes em vários Estados. Temos de dar tempo ao tempo. O PSB hoje participa da base de governo, mas em 2013 ou em 2014 as coisas podem estar diferentes", avaliou o tucano, que voltou a defender prévias para a escolha do nome que disputará a Presidência pela legenda. "Ninguém é candidato de si próprio. Acho que o PSDB tem nomes colocados e, lá na frente, vamos definir quem é o melhor", disse. (O Estado de S. Paulo)

EXCLUSIVO: Dando inicio a estratégia de afastamento do Governador Eduardo Campos (PSB), Presidenta Dilma Rousseff (PT) cancela todas as últimas tentativas de Eduardo lhe trazer ao Estado

Dilma Rousseff (PT) e Eduardo Campos (PSB)

Para estranhamento de todos, a presidenta Dilma Rousseff (PT), tem cancelado sucessivamente todas as tentativas do governador Eduardo Campos (PSB), de trazê-la a Pernambuco, para participar de solenidades ao seu lado. Dentre elas, uma no Teatro Santa Isabel, para entrega de medalhas da Ordem do Mérito do Ministério da Cultura, que aconteceu no último dia 9 de novembro. Depois, de acordo com alguns aliados, a visita teria sido remarcada para o dia 22 do mesmo mês, e posteriormente, adiada para o dia 25. Mas, de acordo com o site da imprensa do Palácio do Planalto, a presidenta estaria nesta mesma data em Niterói, no estado do Rio de Janeiro. Tendo mais uma vez frustrado a expectativa de todos que a esperavam. Como noticiado pela imprensa Pernambucana.

Por último, Eduardo Campos (PSB), ainda teria tentado trazê-la no último dia 08, para a inauguração do Hospital Pelópidas Silveira, no Curado, as margens da BR 232. Mas, mais uma vez sem sucesso. Dilma teria simplesmente dito que não poderia vim, mandado o seu ministro da saúde ao evento. 

De acordo com o dirigente do PT que participou da reunião fechada para pouco mais de 200 lideranças da CNB (Construindo um Novo Brasil), corrente majoritária do PT em Pernambuco, realizada nessa última quinta-feira (22). Foi dito de público que a orientação da presidenta Dilma Rousseff (PT), é evitar qualquer tipo de compromisso seu ao lado de Eduardo Campos (PSB), pois ela já teria percebido que estava “alimentado uma cobra para depois lhe morder”, segundo o dirigente.

“O Governador conseguiu extrapolar todos os limites do aceitável. Na politica existe uma expressão que se diz que o individuo esta comendo em dois hotéis, que é quando o camarada esta jogando nos dois times, fazendo jogo duplo, pois é isto que Eduardo esta fazendo, almoça com o PT e janta com o PSDB, e isto a presidenta já percebeu”, diz o dirigente. E continua: “A única coisa que hoje ainda segura o PT de publico ao lado de Eduardo, é o ex-presidente Lula, mas ele também já esta começando a perceber quem é o Eduardo”. 

Um assunto que também teria sido dito a portas fechadas na reunião, é que Lula teria ficado muito magoado com a revelação de Aécio Neves (PSDB), de que Eduardo Campos (PSB), o teria procurado em 2006, para se lançar junto com Aécio, numa chapa a presidência da republica contra ele, no auge da crise do mensalão, como dito pelo próprio Aécio em entrevista recente ao repórter Kennedy Alencar, do Jornal Folha de São Paulo, na Rede TV. 

“Eduardo botou na cabeça, que tem de ser candidato a presidente ou a vice a qualquer custo, mesmo que para isto, tenha até que trair o ex-presidente Lula”, diz o dirigente presente na reunião.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Natal de amor



Natal é a presença de Jesus em nossos corações,

não só representa a fé, mas a vida,

O nascimento do Filho de Deus!

A consciência de família, amor, paz, felicidade!

Que o sentido do Natal esteja sempre presente em nosso dia a dia

e que a esperança seja um objetivo concretizado…

Que a luz do Menino Jesus percorra cada lar

trazendo alegria aos nossos corações.

Que a Fraternidade Universal seja nossa meta e

que haja somente amor em meio a tempos difíceis,

assim encontraremos a Paz tão almejada!

O Natal do Amor é a fé e esperança renascida nos olhos de uma criança!

”Feliz Natal“

Blog do Kleber Cisneiros

EXCLUSIVO: Em reunião da corrente CNB do PT, o clima já é de Guerra a Eduardo Campos



Esquentou o clima na reunião da CNB (Construindo um Novo Brasil), corrente majoritária do PT em Pernambuco, realizada nessa última quinta-feira (22), com as principais lideranças do grupo e dirigentes de todas as regiões do Estado.

Segundo longa conversa que tivemos com um dos dirigentes do PT da região metropolitana do Recife, o qual pediu reserva quanto ao seu nome, nos bastires, a aliança entre o PT e o PSB do Governador Eduardo Campos, já esta praticamente desfeita. “Hoje 100% do PT no estado quer o afastamento do governo Eduardo Campos”, nos diz.

FIM DO CASAMENTO ENTRE PT E PSB

“O rompimento nos bastires já aconteceu, já é um fato, da porta de casa pra fora é questão de tempo para ser dito oficialmente”, diz o dirigente presente na reunião, e continua, “estivemos ao lado do governador desde o seu primeiro dia de governo, alias, desde o primeiro momento da sua campanha no segundo turno na sua primeira eleição para governador, e agora., em um surto megalomaníaco, se acha dono do estado e da vontade de todos os pernambucanos, passando por cima de todos sem a menor cerimônia, isto não podemos aceitar, pois defendemos valores democráticos, e não tais atitudes coronelistas que não cabem mais nos dias atuais”.

SENADOR HUMBERTO COSTA ACUSA EDUARDO DE NEPOTISMO

Nos revelando detalhes dos discursos inflamados que ocorreram durante a reunião, nos disse que em seu discurso, o Senador Humberto Costa, chegou a falar: “Quem este Eduardo pensa que é, para vim nos acusar de aparelhamento do estado, qual a sua moral, para nos acusar de algo desse tipo? Ele que prática nepotismos descaradamente, colocando a mãe no tribunal de contas para fiscalizar as suas próprias contas, a sua prima na câmara dos vereadores do Recife, parentes na hemobrás, e por aí vai”, falou Humberto.

CASAMENTO DO PSB COM O PSDB

Convidando todos os presentes a fazer uma rápida analise, o senador Humberto Costa perguntou a plateia: “Em quantas capitais o PSB pretende se coligar com o PT, em quantas capitais o PSB pretende coligar com o PSDB”? 

“Com o PT só em duas, já com o PSDB em varias outras, a exemplo de São Paulo, onde o PSB já esta no colo do Governador Geraldo Alckmin (PSDB), ocupando cargos no governo do estado. Em Belo Horizonte, o PSB briga com o PT, e se alia ao PSDB de Aécio Neves. Em João Pessoa, aqui ao lado, na Paraíba, além de coligar com o PSDB de Cássio Cunha Lima, ainda pode vim a se aliar ao DEM”, disse Humberto.

FERNANDO BEZERRA COELHO NO RECIFE

Claramente irritado, Humberto Costa disse que o PT não merecia esta agressão gratuita que foi o PSB colocar o nome do ministro Fernando Bezerra Coelho na disputa pela prefeitura do Recife. “Que fique registrado, não fomos nós que desfizemos a Frente Popular de Pernambuco. Mas sim o Governador na sua sede de poder, na sua vontade de dominar todo o estado com mão de ferro, sem consultar ninguém ou nenhum partido aliado”, disse. Em breve mais informações a respeito dessa reunião.

Juízes defendem corregedora do CNJ e expõem racha da categoria

Eliana Calmon

Da Folha on Line
Frederico Vasconselos
De São Paulo
FiIlipe Coutinho
De Brasília


Um grupo de juízes federais começou a coletar ontem assinaturas para um manifesto público condenando as críticas feitas pela Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil) à atuação da corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon.

"Entendemos que a agressividade das notas públicas da Ajufe não retrata o sentimento da magistatura federal. Em princípio, os juízes federais não são contrários a investigações, promovidas pela corregedora. Se eventual abuso investigatório ocorrer é questão a ser analisada concretamente", afirma o manifesto, para realçar que "não soa razoável, de plano, impedir a atuação de controle da corregedoria".


A ideia surgiu em lista de discussão de magistrados federais na internet. Foi proposta pelo juiz federal Rogério Polezze, de São Paulo.

Ganhou adesões após a manifestação do juiz Sergio Moro, do Paraná, especializado em casos de lavagem de dinheiro, não convencido de que houve quebra de sigilo de 200 mil juízes.
"Não estou de acordo com as ações propostas no STF nem com as desastradas declarações e notas na imprensa", disse Moro. "É duro como associado fazer parte dos ataques contra a ministra."

"Não me sinto representado pela Ajufe, apesar de filiado", afirmou o juiz federal Jeferson Schneider, do Paraná, em mensagem na lista de discussão dos juízes. Marcello Enes Figueira disse que "assinava em baixo do que afirmou o colega Sergio Moro".

O juiz federal Odilon de Oliveira, de Campo Grande (MS), também aderiu, afirmando que "entregar" a ministra era um "absurdo" que a Ajufe cometia. "A atitude da Ajufe, em represália à ministra é inaceitável", diz o juiz Eduardo Cubas, de Goiás.

O juiz Roberto Wanderley Nogueira, de Pernambuco, criticou as manifestações das entidades. E disse que "a ministra não merece ser censurada, e tanto menos execrada pelos seus iguais, pois seu único pecado foi ser implacável contra a corrupção".

O presidente da Ajufe, Gabriel Wedy, atribuiu a iniciativa à proximidade das eleições para renovação da diretoria da Ajufe, em fevereiro. "É um número bastante pequeno, diante de 2.000 juízes federais", disse. "São manifestações democráticas e respeitamos o direito de crítica."

A Ajufe e outras duas associações de juízes entraram ontem com representação na Procuradoria-Geral da República contra Calmon, para que seja investigada sua conduta na investigação sobre pagamentos atípicos a magistrados e servidores.

Para os juízes, a ministra quebrou o sigilo fiscal dos investigados, ao pedir que os tribunais encaminhassem as declarações de imposto de renda dos juízes.

"Não se pode determinar ou promover a 'inspeção' das 'declarações de bens e valores' dessas pessoas, porque tais declarações são sigilosas e não poderiam ser objeto de qualquer exame por parte da corregedora nacional de Justiça", diz a representação.

Calmon não comentou a representação dos juízes. Anteontem, a ministra disse que os magistrados e servidores são obrigados a entregar aos tribunais todo ano a declaração de Imposto de Renda.

Segundo Calmon, os dados são entregues aos tribunais justamente para que a corregedoria tenha acesso, e não para "ficarem dentro de arquivos".

O objetivo da corregedora é cruzar as informações com levantamento do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), que apontou 3.438 juízes e servidores com movimentações atípicas.

A polêmica começou quando o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski mandou parar a investigação no Tribunal de Justiça de São Paulo, primeiro alvo da corregedoria do CNJ.

Os juízes então passaram a acusar a ministra Eliana Calmon de quebrar o sigilo de todos os magistrados e servidores que foram alvo da varredura do Coaf, um total de mais 200 mil pessoas.

A ministra rebateu e disse que as acusações são uma maneira de tirar o foco da investigação do CNJ.


Garanhuns Jazz Festival traz novidades na edição 2012

Brazil Modern Jazz Quartet
Saxofonista Bob Mintzer

A Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Turismo, promoverá no período carnavalesco, de 18 a 21 de fevereiro, a quinta edição do Garanhuns Jazz Festival. Em 2012, o evento realizado no palco Ronildo Maia Leite, que será instalado na Explanada Cultural Guadalajara, ganhará mais um dia na programação, a terça-feira de carnaval.

Algumas atrações do evento já foram confirmadas: o saxofonista Bob Mintzer, membro do grupo de Jazz YellowJackets (EUA); o pianista Russel Ferrante, fundador do Yellowjackets (EUA); Donny Nichilo, ex- pianista de Buddy Guy (EUA); Brazil Modern Jazz Quarteto, banda de Jazz que tem no seu line up feras como Warren Atiba Taylor e o grande baterista Carlos Bala (ex-Djavan); Artur Menezes, grande revelação da guitarra blues nacional da nova geração; além de Duo Tauffic; Marcel Powell e Victor Biglione.

De acordo com o produtor do Evento, Giovanni Papaléo, outra grande novidade é que serão realizados shows acústicos de jazz e música instrumental durante o dia, nas igrejas da cidade. “A já tradicional Feira de Música, assim como as Oficinas Musicais estão mantidas na programação”, confirmou o produtor, que informou ainda que novos nomes devem ser divulgados nos próximos dias.

O Garanhuns Jazz Festival é um dos cinco principais eventos de Jazz e Blues do Brasil e o pioneiro do gênero no Agreste de Pernambuco. Em 2010, o projeto foi vencedor do II Prêmio Mestre Salustiano, concedido pelo Governo do Estado aos melhores trabalhos que fomentam o turismo nos municípios de Pernambuco.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Leitora atenta do Blog do Kleber Cisneiros, moradora do município de Lajedo, manda e-mail mostrando a real situação da coleta de lixo, das ruas e das escolas da cidade

Depois de ler em nosso Blog a respeito da vinda a Garanhuns do secretário de saúde do estado, Antônio Carlos Figueira, para a reinauguração da 5ª Geres, e na ocasião ter aproveitado para fazer campanha eleitoral antecipada para o prefeito de Lajedo, Antônio João Dourado. Tendo o secretário dito em seu discurso, do excelente estado das escolas e da educação daquela cidade. Leitora atenta do Blog do Kleber Cisneiros, moradora do município de Lajedo, se mostra indignada com tamanha "inverdade" do secretário.

Pedindo para não ter o seu nome divulgado por medo de perseguição politica, pois exerce um cargo publico na cidade, questiona por que o secretário de “saúde” estadual não falou da saúde de Lajedo, e sim só da educação? Nos mandando então depoimento e fotos para mostrar como anda a real situação da educação, das ruas, e da coleta de lixo da cidade.


Caro Kleber Cisneiros,

Venho através deste e-mail mostrar a todos de Garanhuns, de Pernambuco, do Brasil e do Mundo - pois afinal a internet é mundial - a real situação da coleta de lixo, das ruas, e das escolas aqui da nossa querida e abandonada Lajedo.

Esta é a real situação de Lajedo, administrada pelo senhor Antônio João Dourado, este, “exemplar administrador”, apresentado a vocês de Garanhuns pelo nosso excelentíssimo “Reizinho”, o senhor Governador Eduardo Campos. 

Peço a vocês de Garanhuns que não se iludam, pois este senhor aqui na cidade nada fez. Só agora, faltando pouco mais de 3 meses para deixar a prefeitura, para poder ir disputar a prefeitura de Garanhuns. Anuncia um grande pacote de promessas faraônicas na área de saneamento básico. Isto mesmo, depois de três mandatos a frente da prefeitura da nossa cidade, só agora vem anunciar alguma promessa de trabalho, para poder usar de vitrine em Garanhuns. Desafio ao senhor Antônio João, a dizer de publico a imprensa de Lajedo, de Garanhuns, do estado, ou de onde for, uma só obra de destaque que tenha feito aqui na nossa cidade. A não ser claro, o seu lixão, que tanto alardeia.

Aí vocês podem estar se perguntando. Por que então este senhor já ganhou por 3 vezes as eleições para prefeito de Lajedo?

Respondo-lhes: A esmagadora maioria dos funcionários públicos aqui da prefeitura de Lajedo é de cargos comissionados, todos colocados e escolhidos a dedo pelo senhor prefeito e sua turma, esta é uma das formas dele ter o total controle da maquina administrativa, e desta forma usar a maquina para se manter no poder, tendo de todos, os votos de cabresto. Como uma das principais fontes de renda aqui da nossa cidade é a prefeitura, pois aqui não tem trabalho, e os poucos que tinham nos fábricos de moveis fecharam, os funcionários ficam com medo de perderem o emprego caso o grupo do atual prefeito peca as eleições.

Que por sinal a coisa já esta mudando. As pessoas estão mais conscientes e de olhos mais abertos. Alias, um dos motivos dele ter aberto mão de disputar a reeleição aqui em Lajedo, para ir aventurar em Garanhuns, é justamente que aqui ele já estava arriscado a perder desta vez. Tanto é que, aqui estão todos se batendo pra ver quem tem chance de se eleger pelo grupo deles. E assim ser o candidato.

Por fim, pergunto a vocês de Garanhuns, se vocês tem conhecimento de uma única emenda parlamentar que seja, beneficiando a cidade de Garanhuns nestes mais de 30 anos de mandato representando Lajedo e o Agreste Meridional, como deputado estadual, do senhor Marcantônio Dourado, irmão do nosso atual prefeito, o senhor Antônio João Dourado? Creio que a resposta seja não.  Segue em anexo algumas fotos que tirei aqui para mostrar a vocês.

Desde já agradeço o espaço e peço por gentileza que não divulguem o meu nome, pois como sou uma pessoa publica aqui em Lajedo, posso vim a sofrer perseguição politica. Segue em anexo algumas fotos.