segunda-feira, 24 de abril de 2017

PARABÉNS! O VIVA DOMINGUINHOS É UM SUCESSO

O Prefeito Izaías Régis, o vice-prefeito Haroldo Vicente e família

O governo municipal de Garanhuns esta de parabéns, o Festival Viva Dominguinhos foi um sucesso. “Definitivamente a marca Viva Dominguinhos esta consolidada, definitivamente sim”. Disse Eudson Catão (PSB), ex-prefeito de Palmeirina/PE.

“O evento está consolidado e já é considerado por muitos a abertura do ciclo junino estadual, além de movimentar a economia, o turismo e a vida cultural do Agreste”. Disse Álvaro Porto (PSD), deputado estadual por Pernambuco.

E assim foi com todos que nós do Blog do Cisneiros conversávamos durante o evento, fossem eles de qualquer tribo, classe social, políticos, artistas, amigos blogueiros, jornalistas, radialistas, de toda imprensa falada, escrita e digital, todos afirmavam por uma só voz, “O Viva Dominguinhos é um sucesso. O Viva Dominguinhos esta consolidado”.


Este editor que vos fala, que me lembre, nunca viu tamanha cobertura televisiva como esta que a Globo Nordeste carinhosamente nos Presenteou. Nunca, nem mesmo durante os Festivais de Inverno.

A Globo Nordeste além de transmitir ao vivo todas as três noite dos shows na esplanada cultural Mestre Dominguinhos, para todos os nove estados do nordeste, fez uma cobertura e divulgação nos seus telejornais como nunca antes. Eu mesmo durante as apresentações recebia mensagens via whatsapp de amigos do Recife dizendo estarem assistindo aos shows ao vivo na TV.

Encerrando, nós, do Blog do Cisneiros, queremos agradecer e parabenizar a todos que fazem parte do governo municipal de Garanhuns que colaboram para que este Festival aconteça, todos os parceiros da iniciativa privada, ao deputado estadual Álvaro Porto por ter sido o autor do projeto de lei que garantiu a inclusão do festejo no Calendário Oficial de Eventos do Estado de Pernambuco, e, em especial, ao Prefeito Izaías Régis (PTB), que foi o grande idealizador e responsável para que este Festival acontecesse. Festival esse hoje, apesar de sua pouca idade, que já é um TOTAL SUCESSO. Com sua Marca já TOTALMENTE CONSOLIDADA.

domingo, 23 de abril de 2017

TROFÉU VIVA DOMINGUINHOS HOMENAGEIA AMIGOS E ADMIRADORES DO CANTOR E COMPOSITOR

Prefeito Izaías Régis e o Cantor Flávio José / Fotos: Camila Queiroz - Secom/PMG
Por DANIELA BATISTA

Para encerrar com chave de ouro a última noite do evento, o prefeito Izaías Régis fez a entrega do Troféu Viva Dominguinhos a amigos de Dominguinhos e pessoas que representam ou ajudam a divulgar o forró nordestino. A premiação que foi criada pelo historiador Antônio Vilela em 2015,  é realizada pelo Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Comunicação Social.

Neste ano, cinco pessoas foram escolhidas para serem homenageadas. O radialista Iran Pessoa foi um dos que receberam o prêmio. Iran apresenta o programa Toadas e Sertanejas há 39 anos e contou estar feliz por receber o troféu. “Estou sendo homenageado pela primeira vez e me sinto altamente prestigiado. Essa alegria eu deixo aqui, na minha terra, Garanhuns”, contou emocionado.

O fundador do grupo Quinteto Violado, Marcelo Melo, também foi uma das pessoas indicadas para receber a lembrança. O cantor, compositor e um dos principais violonistas da geração foi responsável pela divulgação da música nordestina em todo o país, quando lançou o primeiro álbum do grupo, há 45 anos atrás. O prefeito Izaías Régis entregou o prêmio nas mãos do artista e fez questão de dizer o quão importante é sua obra para a cultura nordestina. “Marcelo é a história da música brasileira”, completou.

O guitarrista, violonista e compositor de Garanhuns, João Netto, foi mais um dos homenageados com o troféu Viva Dominguinhos. Ele também se apresentou na noite de sábado (22), junto a Marcelo Melo, Sérgio Andrade e Genaro, no projeto Cantoria Agreste. O artista já trabalhou com grandes nomes da música brasileira, dentre eles Alceu Valença, Belchior, Gilliard e o cantor que nomeia o troféu, Dominguinhos.

O historiador Hélio Diógenes, criador do fã clube “Eterno Cantador”, que homenageia o Rei do Baião, Luiz Gonzaga foi outro que recebeu a homenagem. O agrônomo é residente de Pau dos Ferros (RN), e veio ao Viva Dominguinhos pela terceira vez, junto a mais de 60 pessoas. “Sou filho de agricultor e me formei em Agronomia, a gente tem uma ligação direta com o Rei do Baião e com a nossa terra. Estou muito feliz em ser agraciado com esse troféu. Para mim, foi uma grata surpresa, não tenho nem palavras para descrever o sentimento. Quero compartilhar essa homenagem com o fã clube Eterno Cantador. A gente está aqui porque gosta de Dominguinhos, de Luiz e da nossa música e cultura regional. Em meio a tanta coisa ruim que está acontecendo no Brasil, a nossa cultura é uma coisa que vale a pena colaborar e lutar para que seja preservada”, finalizou.

O último a receber o troféu foi o cantor Flávio José. Flávio é um dos principais representantes do autêntico forró nordestino e foi amigo do Mestre Dominguinhos. O artista começou a cantar aos oito anos de idade e hoje leva a cultura regional para o Brasil e mundo.

No ano de 2016, os homenageados foram Aldo Machado de Araújo, propagador da música nordestina no Brasil; o instrumentista Genaro; Eurides Menezes, pai do cantor Waldonys; Jarbas Brandão; o sanfoneiro e sobrinho de Luiz Gonzaga, Joquinha; Flávio José e os cantores Elba Ramalho e Jorge de Altinho. Em 2015, os escolhidos foram o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis; o radialista Geraldo Freire, o jornalista Ney Vital; Wilson Seraine, professor universitário e radialista; o cantor e radialista Zezinho de Garanhuns; o colecionador Paulo Wanderley; o ex-prefeito Ivo Amaral; o proprietário da casa de eventos Arriégua, Luiz Ceará; o cantor e compositor Waldonys; o filho de Dominguinhos, Mauro Moraes; José Nobre, proprietário do Museu Luiz Gonzaga de Campina Grande; Marcos Lopes, proprietário do Forró da Lua, e a ex secretária de Cultura de Garanhuns, Cirlene Leite.

MUITO FORRÓ E ANIMAÇÃO MARCARAM DIA DE APRESENTAÇÕES DO PALCO CANTA DOMINGUINHOS

Por AQUILLES SOARES
Com GABRIELA RAMOS

Consolidado como mais um grande atrativo do Viva Dominguinhos, o Palco Canta Dominguinhos, localizado no Colunata, no centro da Cidade, é a opção diurna para os forrozeiros que estão à procura das raízes do forró nordestino. Em dois dias de programação o espaço recebeu mais de 18 apresentações de artistas de todo o estado, além de recepcionar os participantes da II Caminhada do Forró, realizada neste sábado (22). Em seu último dia de apresentações o local atraiu também a presença de diversos fã clubes e turistas que também admiram o saudoso músico garanhuense.

Após uma sexta-feira (21) movimentada, as apresentações de ontem (23) deram continuidade ao ritmo do polo; logo pela manhã os shows tiveram início com o cantor Ivan Maceió. Em seguida subiram ao palco os jovens sanfoneiros Mateus Cordeiro e Deivinho. “Estou muito honrado em participar de um evento como este. Tenho 16 anos, e é um incentivo muito importante está aqui, fico muito feliz”, comentou Mateus.

A terceira atração foi o grupo Rogério e os Cabra, que tem à frente o vocalista e idealizador Rogério Diniz. Em sequência teve show de Michelly dos Anjos. Durante as atrações matinais, o espaço recebeu também os participantes da II Caminhada do Forró, atividade que integra a grade de programação do evento e reuniu fãs do ritmo e artistas em um cortejo pelas ruas da cidade. Ao chegar ao palco, houveram apresentações da Associação dos Bacamarteiros de São João e da banda de pífanos Esquenta Mulher.

Já pela tarde, o Forró Pesado, que tem à frente o vocalista Pedrinho Pontes animou o público com as grandes composições do ritmo. Os recifenses da banda Seu Januário seguiram com as apresentações, mesclando o forró com elementos da MPB e do rock nacional. Diversos turistas também aproveitaram o sábado para conhecer o polo que descentraliza a programação do Viva Dominguinhos. "Eu venho desde a primeira edição do evento e cada ano que passa a estrutura está mais organizada", declarou o itaibense, Iarison Gois que percorreu mais de 110 km acompanhado de sua filha.

Natural de Garanhuns e morando em Natal há 10 anos, Helena Paes, voltou à cidade onde nasceu para conhecer o festival e demostra o quanto está encantada pela cidade. “Foi maravilhoso passar esse feriado aqui, conhecer o evento e reencontrar familiares e amigos. Garanhuns está linda e agora quero vir todos os anos. Inclusive já estou me programando para retornar no Festival de Inverno. Fico feliz em ver que o verdadeiro forró ainda tem espaço,” finalizou.

Logo após foi a vez do músico André Macambira subir ao palco. Em seu repertório estiveram homenagens ao Mestre Dominguinhos, como a música "Xote da Navegação", uma composição do sanfoneiro garanhuense com o cantor carioca Chico Buarque de Hollanda. "Tocar aqui hoje é uma experiência especial, já estive no Festival de Inverno em homenagem à Dominguinhos e tenho certeza que a essência das homenagens é essa, algo que não pode se deixar perder", afirmou o artista.

Com o público lotando o Largo do Colunata, a forrozeira recifense Andrezza Formiga, apresentou-se pela primeira vez no evento seguida pelo cantor e compositor Roberto Cruz, que encerrou as apresentações do Palco Canta Dominguinhos. De acordo com a secretária de Turismo e Cultura, Neile Barros, os dois dias de apresentações no palco superaram todas as expectativas. "O público realmente participou ativamente, entre moradores e turistas. Também tivemos a caminhada do forró hoje que foi um sucesso, aonde passávamos as pessoas largavam o que estavam fazendo para acompanhar o trajeto", afirmou a titular da pasta.

sábado, 22 de abril de 2017

CAMINHADA DO FORRÓ DESFILOU CULTURA PELAS RUAS DE GARANHUNS

Fotos: Gabriela Ramos/SECOM
Por GABRIELA RAMOS
Edição EDMÉA UBIRAJARA

Continuando a tradição, a Caminhada do Forró foi realizada na manhã deste sábado (22), em Garanhuns. A concentração começou às 9h30, na Praça Souto Filho – área da Fonte Luminosa, e seguiu para o Palco Colunata, na Avenida Santo Antônio. Bacamarteiros, integrantes de reisados e forrozeiros se juntaram ao grande público que já estava assistindo aos shows.

A Caminhada foi marcada pelas apresentações da Associação dos Bacamarteiros de São João, banda de pífanos Esquenta Mulher, de Lajedo (PE); Reisados Unidos com Alegria; Xaxado do Calaute e Messias e Morena Forrozeira. Os Bacamarteiros fizeram uma apresentação empolgante no início do cortejo, na qual cada um dos integrantes deu um tiro com os bacamartes. No final do percurso, na Avenida Santo Antônio, eles repetiram o feito em um grande círculo.

A performance encantou o público, a exemplo do turista César Amorim, de Maceió, Alagoas. Ele relata que é o terceiro ano que vem com a esposa prestigiar o Viva Dominguinhos. “Uma festa espetacular, a cidade está de parabéns. Estou muito feliz e satisfeito com essa caminhada que ainda não conhecia e com esses grupos que reúnem muitas culturas”, comentou.

“Esta caminhada foi idealizada na época pela Secretaria de Cultura, e fico feliz em ver a Secretaria de Turismo e Cultura dar continuidade. A gente precisava de outro evento que movimentasse a cidade. E não focamos apenas no forró, reunimos muitas culturas, para cada um se identificar com o ritmo no qual quer descer a avenida”, finalizou Cirlene Leite, ex-secretária de Cultura de Garanhuns.

HOMENAGENS A DOMINGUINHOS ESTÃO PRESENTES NO COTIDIANO DE GARANHUNS

Fotos: Gabriela Ramos/Secom

Por GABRIELA RAMOS
Edição EDMÉA UBIRAJARA

Desde a quinta-feira (20), Dominguinhos recebe homenagens em forma de música em Garanhuns. Mas, durante o resto do ano, outros locais também fazem alusão à memória do músico que nasceu na cidade. Desde 2013 o local que era chamado Esplanada Cultural Guadalajara, passou a ser chamado de Praça Cultural Mestre Dominguinhos e ainda recebeu uma estátua do cantor e compositor. A estátua foi produzida pelo mestre artesão José Veríssimo e tem aproximadamente dois metros de altura.

Outro ponto é o muro do Hotel Tavares Correia, localizado na Avenida Rui Barbosa, que também ganhou uma grande homenagem este mês. O artista plástico garanhuense Rubens Costa foi o autor da homenagem com 100 metros de comprimento, que retrata imagens de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, balões, zabumba e sanfonas, com muitas cores. “Chama atenção de todos que passam por aqui, e desperta a curiosidade também daqueles que ainda não conhecem a história de Dominguinhos, filho da nossa terra”, comentou José Ferreira, 39 anos, comerciante.

E para manter o legado musical de José Domingos de Moraes, surgiu há três anos a Orquestra Sanfônica Mestre Dominguinhos, coordenada por Éder dos Santos. Ele conta que o grupo se chamava Sanfônica Garanhuns e após se apresentar para o cantor, foi feito o convite para batizar a orquestra, que passou a ser chamada Orquestra Sanfônica Mestre Dominguinhos. “Já tocamos no Festival de Inverno, no Viva Dominguinhos e em festas particulares. É com grande prazer que estamos mais uma vez nos apresentando aqui, homenageando nosso Mestre”, finalizou Éder, que esteve presente na programação do Palco Canta Dominguinhos, no Espaço Colunata.

ARTESÃOS DE TODO ESTADO EXPÕEM E VENDEM SUAS PEÇAS NO IV VIVA DOMINGUINHOS

Fotos: Aquilles Soares - (Secom/PMG)

Por AQUILLES SOARES

A exemplo de edições anteriores, o artesanato tem o seu espaço garantido dentro das atividades do Viva Dominguinhos. Os expositores podem comercializar suas peças na praça onde acontecem os shows noturnos do evento. Dispondo de uma enorme gama de peças a tenda, que fica ao lado do Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, é um lugar onde muitos artistas podem exibir os seus produtos para garanhuenses e turistas de toda região.

Cerca de seis artesãos do município de Jaboatão dos Guararapes organizaram-se para expor suas artes durante os três dias de festividades. Entre os trabalhos, destacam-se os produtos que utilizam material reciclável em sua composição, como os dos artesãos José Amaro e Maria José de Oliveira. "Esta é a nossa primeira vez no Viva Dominguinhos; já conseguimos vender algumas peças e o grupo está gostando, alguns já receberam até encomendas", declarou o coordenador do Fórum da Economia Solidária de Jaboatão e responsável pela caravana, Pedro Alexandre da Silva.

Muitos dos expositores também já fazem parte da Casa do Artesão, onde diversos profissionais de Garanhuns produzem material para vender em períodos festivos com preços acessíveis. "Desde a primeira edição eu venho com minhas estátuas de aço, que são produzidas com material de construção descartado. Sem dúvida a melhor gratificação é poder evidenciar nosso trabalho", declarou o artesão Marcone Antônio Braz.

As inúmeras peças seguem sendo comercializadas na tenda de artesanato até este sábado (22), das 10h até o horário de encerramento do evento.

VEREADOR MARINHO DA ESTIVA LEVA PÚBLICO AO DELÍRIO COM SEU DISCURSO NA UFRPE-UAG

O Vereador Marinho da Estiva (PHS) discursando durante evento dos estudantes na UFRPE-UAG
Na noite desta sexta-feira (21) à noite o vereador Marinho da Estiva (PHS) participou da abertura do 41º Congresso da União dos Estudantes de Pernambuco, o qual ocorreu nas dependências da UFRPE-UAG, também estavam por lá o reitor da Universidade, o doutor Airon Aparecido, a presidente da câmara dos vereadores de Garanhuns, Carla Vilaça (PTB), e vários representantes dos estudantes de todo o estado. Na solenidade Marinho levou o público ao delírio com seu discurso mais a esquerda, criticando as perdas de direitos que os movimentos sociais e a sociedade como um todo estão perdendo com esse “governo ilegítimo e golpista de Temer”.

“Vejam, por exemplo, as perdas que a educação em todo o país esta tendo, não podemos aceitar estes desmontes calados, este governo golpista que esta aí, só veio com um único e exclusivo objetivo, retirar todos os direitos adquiridos a duras penas pela sociedade. Não se enganem, na primeira oportunidade que este governo tiver, eles privatizam todas as universidades públicas do Brasil”. Disparou Marinho.


Marinho, que atualmente estar como vereador de Garanhuns, é representante quilombola e uma forte liderança politica na nossa cidade.

Sempre atuando a esquerda, Marinho entrou na politica se filiando ao Partido dos Trabalhadores (PT). Hoje, filiado ao Partido Social Humanista (PHS), partido pelo qual se elegeu vereador, Marinho nunca abandonou as lutas sócias, continuando a frente de vários movimentos da sociedade organizada.

Mesmo fazendo parte da base de sustentação do prefeito Izaías Régis (PTB) na câmara, Marinho não se furta ao direito de reclamar e exigir correções no que considera por vezes como possíveis erros ou excessos cometidos pelo governo municipal. Além de ser um dos vereados mais atuantes, sempre requerendo melhores condições e oportunidades para todos os moradores da cidade das flores.

PÚBLICO SUPERIOR A 50 MIL PESSOAS COMPARECEU À NOITE DESTA SEXTA (21) DO VIVA DOMINGUINHOS

Fotos: Edson Fernandes - FH Studios/Secom PMG

Por AQUILLES SOARES

Dando sequência às apresentações da quarta edição do Viva Dominguinhos, o palco principal do evento, localizado na Praça Cultural Mestre Dominguinhos, recebeu nesta sexta-feira (21) mais uma noite de shows gratuitos marcados pela grande presença de público; mais de 50 mil pessoas, de acordo com informações da Secretaria de Turismo e Cultura. Os ritmos nordestinos marcantes não ficaram de fora das apresentações de Gennaro, Os Nonatos, Alcymar Monteiro e Fulô de Mandacaru; responsáveis pela animação dos forrozeiros que lotaram o espaço.

A primeira atração foi o sanfoneiro e amigo pessoal de Dominguinhos, o ex-integrante do Trio Nordestino,  Gennaro. O músico alagoano gravou diversos álbuns em parceria com o ilustre garanhuense. "Esse festival tem evoluído bastante, a cidade é linda e todo mundo que vem aqui fica encantado e espero que não deixem esse espetáculo morrer nunca, pois é um evento tão belo que antes de tudo deve ser considerado um patrimônio de Garanhuns", afirmou.


Logo em seguida, quem subiu ao palco foi a dupla de repentistas Os Nonatos. A união entre Paraíba e Ceará acarretou em diversas composições como " Um Nós por Dois eus" e "Ponto Final", canções que fazem parte da história de muitos dos espectadores presentes. Em declaração à imprensa, o vocalista Nonato Costa ressaltou a magnitude do evento que dá espaço à pluralidade de ritmos nordestinos; bem como a relação da dupla com Dominguinhos.

A terceira apresentação da noite ficou por conta do renomado cantor de forró, Alcymar Monteiro. Aos 63 anos o "Rei do Forró", como é conhecido, não decepcionou ao público que pode dançar ao som de músicas consagradas na sua voz. Atentos às apresentações na linha de frente do palco, estava um grupo de recifenses que já criava expectativas para as principais apresentações do evento. "Algumas pessoas do nosso grupo já vieram em edições anteriores, eu vi a divulgação nas redes sociais da Prefeitura e vim para ver Fulô de Mandacaru hoje e Falamansa amanhã", declarou a professora de dança de salão, Kátia Campos.


A banda Fulô de Mandacaru foi a atração mais esperada da noite. Formado por Pingo Barros (zabumba), Armandinho do Acordeon e Tiago Muriê (triângulo); os caruaruenses agitaram o público que lotava toda a extensão da Praça Mestre Dominguinhos, desde o início da noite. "Este é um palco abençoado, eu acredito que toda homenagem ainda é pouca para Seu Domingos, diante da grandiosidade da obra que ele deixou pra gente. Quem conheceu Dominguinhos de perto sabe da humildade que ele tinha, e o monstro da música popular brasileira que ele foi", afirmou o integrante Pingo Barros.

Neste sábado (22) o palco encerra a programação do IV Viva Dominguinhos com show da cantora garanhuense Kiara Ribeiro; seguida do projeto Cantoria Agreste, formado pelos artistas Gennaro, João Netto, Marcelo Melo e Sérgio Andrade; logo após é a vez do cantor e compositor paraibano Flávio José; e encerrando a noite tem a apresentação do grupo Falamansa.

PALCO CANTA DOMINGUINHOS INICIA APRESENTAÇÕES NO ESPAÇO COLUNATA

Fotos: Daniela Batista e Gabriela Ramos – SECOM/PMG
Por DANIELA BATISTA e GABRIELA RAMOS

As apresentações do Palco Colunata foram iniciadas ontem (21), às 10h. O artista popular e radialista Valdir Marino passou pelo palco sendo seguido por Os Coroas do Forró, Orquestra de Sanfonas, Forró do Xeeh, Quero Xote, Juliano do Acordeon, Verônica, Nando Azevêdo e Amanda Back. Aos poucos o espaço do Largo do Colunata foi ficando lotado, com garanhuenses e turistas de diversos estados como Alagoas, Paraíba, Bahia e Rio Grande do Norte.

Mais de 80 integrantes do fã clube “Eterno Cantador”, vieram diretamente de Pau dos Ferros, no Rio Grande do Norte, para prestigiar mais uma vez ao evento. O radialista e apresentador de TV, Emanuel Henrique, é um dos integrantes do fã clube ‘‘Eterno Cantador” e venera a cultura nordestina. “Estamos aqui pelo segundo ano consecutivo no evento e viemos prestigiar aquele que foi parceiro de Luiz Gonzaga por muitos anos. A cidade está de parabéns pela receptividade, pelo povo animado e principalmente por não deixar essa cultura Gonzaguiana morrer, e a cada ano que passa vem se aperfeiçoando e valorizando mais”, parabenizou.

A aposentada Luiza Torres, 62 anos, veio pela primeira vez ao Viva Dominguinhos, diretamente de Campina Grande (PB) e trouxe toda a família. “Estou muito encantada com a cidade e com o evento, pretendo vir todo ano agora, e trazer mais gente para conhecer essa maravilha. São 11h da manhã e já tem forró”, comentou a aposentada.

Por volta das 14h30, a Quero Xote iniciou o show. Pela segunda vez no Viva Dominguinhos, a banda composta por 7 integrantes animou o público com sucessos do xote, baião, forró das antigas e arrasta pé. Logo após, Juliano do Acordeon se apresentou para o público, sendo seguido por Verônica. A sanfoneira já trabalhou com Dominguinhos, Flávio José, Genaro, Nádia Maia e outros artistas e se apresentou pela primeira vez no evento. A artista falou da satisfação em homenagear Dominguinhos. “Pra gente é uma honra poder vir homenagear o Mestre Dominguinhos. Eu canto muitas músicas dele e é uma emoção indescritível. Convivi com ele no final da sua vida e foi uma honra enorme. Uma honra maior ainda é estar aqui homenageando ele. Nosso grande mestre deve ser sempre lembrado”, afirmou.

O alagoano, Adailton, veio a Garanhuns na segunda edição do Viva Dominguinhos e desde então não deixou mais de conferir o evento. “Não pude vir ao primeiro mas soube que foi um sucesso. Então, venho desde a segunda edição e me sinto bem e me identifico com a cultura local, gosto de estar no meio do povo e acho os shows magníficos. Se der, venho todos os anos daqui pra frente”, finalizou.

O cantor garanhuense Nando Azevedo interagiu com o público e cantou sucessos da música nordestina. A última atração foi a também garanhuense Amanda Back, que cantou músicas do Rei do Baião, Luiz Gonzaga, e de Dominguinhos. “Para mim é muito gratificante está nessa festa. O Palco do Colunata tem um calor humano que a gente não consegue explicar, estou em êxtase, muito feliz por participar”, afirmou a cantora.

O Palco Canta Dominguinhos segue até hoje (22), as apresentações iniciam às 10h, com Ivan Maceió; Mateus Cordeiro e Deivinho; Rogério e os Cabra; Michelly dos Anjos; Forró Pesado de Garanhuns; Banda Seu Januário; André Macambira; Andrezza Formiga e Roberto Cruz.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

VIVA DOMINGUINHOS É ABERTO OFICIALMENTE EM GARANHUNS


Por CLOVES TEODORICO

A quarta edição do Viva Dominguinhos foi aberta, oficialmente, na noite desta quinta-feira (20). Passava das 20h quando os shows na Praça Cultural que recebe o nome do músico, principal polo do evento, iniciaram. Numa noite marcada pelas baixas temperaturas, registrando mínima de 17°C, subiram ao palco Mourinha do Forró, Nádia Maia, Targino Gondim, Andrea Amorim, Cezzinha e Dorgival Dantas.

O músico Mourinha do Forró abriu as apresentações. Iniciando com xaxado, passando por vários xotes e encerrando o repertório com arrasta-pé, ele esteve acompanhado, durante o show especial, do seu filho, Mourinha Júnior, de apenas cinco anos de idade. O pequeno já toca acordeon e é apaixonado por música. “Minha intenção é passar esse trabalho de geração em geração. Estou, mais uma vez, emocionado de prestar essa homenagem à Dominguinhos, junto de meu filho, afinal, são 27 anos de estrada”, contou o artista.

A segunda atração da noite foi um dueto entre Nádia Maia e Targino Gondim. Juntos, os cantores aqueceram os corações do público presente com grandes hits da música nordestina, entre elas “Frevo Mulher”, “Leão do Norte” e “Pedras que Cantam”. Tanto Nádia quanto Targino vivenciam o sucesso de mais de 20 anos de carreira, celebrando esse marco no palco Mestre Dominguinhos.

O casal garanhuense José Ednaldo Guedes e Tânia Freitas, ambos de 50 anos de idade, acompanhou atento toda a primeira noite de atrações. Dançando coladinho a cada canção, o comerciante e a administradora afirmaram que o evento já ganhou o coração dos moradores e turistas. “É de grande importância para nossa cultura. Nós acompanhamos desde a primeira edição e este ano estamos animados para conferir os shows de Flávio José e Falamansa”, disse José Ednaldo.

Com o show repleto de convidados da terra, Andrea Amorim encantou. A garanhuense homenageou Garanhuns e em seu rosto e partes do corpo usou pintura corporal representando o solo e uma flor de mandacaru. Ao lado da cantora, subiram ao palco artistas como Dom Pimentel, Rubens Costa, Belinha Lisboa, Marcelo Francisco e o grupo Hit Dance. No repertório, forró com uma pitada de pop.

Entoando os maiores clássicos de Dominguinhos, Cezzinha arrancou aplausos. A penúltima atração da noite mostrou que a força da música do instrumentista garanhuense perdura em todas as gerações. O público cantava junto a cada canção, entre elas “Gostoso Demais” e “De Volta pro Aconchego”. Quem encerrou a noite de shows foi o cantor Dorgival Dantas - uma das atrações mais esperadas da festa -, que já esteve presente em outras edições do evento e balançou o público com uma apresentação para lá de dançante.